Olá Turma do 5º semestre !

By Nah
De volta pessoal, afinal hoje é segunda- feira, acabei de acordar de um sonho onde eu tava dando golpes de Kung Fu no coordenador do curso de Administração da minha faculdade. Acordei, liguei o pc, e resolvi soltar o verbo ! Escrevi esse e.mail pra minha turma e para os professores, tem algumas coisas muito específicas sobre nossas aulas, mas tem coisas que eu acho bom pra todo mundo pensar.
Acordei com a MACACA hoje!



Olá Turma do 5º semestre de Pedagogia da Faculdade Salesiana Dom Bosco de Piracicaba,

Escrevo essa mensagem pois noto em minha pessoa a necessidade de expressar opniões "entaladas" na garganta desde o final do semestre passado. Acredito que muito se identifiquem com o que quero dizer.
GOSTARIA QUE O TEXTO FOSSE LIDO POR TODOS E NA ÍNTEGRA, LOGICAMENTE PARA A REFLEXÃO E TOMADA DE POSIÇÃO DE TODOS NÓS!
Devemos fazer a nós mesmos perguntas essenciais sobre nosso futuro como educadores:
* O que REALMENTE vamos ensinar aos nossos alunos quando tivermos que ministrar a disciplina de matemática em sala de aula?!
Vamos chegar lá, e mostrar a eles que a base 10 foi inventada para compreender melhor o universo dos números, pois se tivessemos que usar a base 2 ficaria muito complicado?! Ou talvez explicar a origem do número zero e toda a sua importância para a humanidade? Ou explicaremos claramente como se faz um cálculo de divisão no modelo americano?!
Ok! esse semestre aprendemos a usar o material dourado, mas grande merda! Não temos noção nenhuma de como dar porra da aula de matemática!
Talvez a Profª Adriana pudesse ajudar nossa professora de matemática, falando sobre o lúdico no ensino de matemática e como o jogo ajuda a aprender!
Digo e repito pra quem quiser ouvir, professor bom mesmo, é aquele que exige, exige dores de cabeça e atenção, mas também é aquele que oferece qualidade de ensino e dedicação. Por isso, podem reclamar dele, o mestre Adelino, e de outros professores, mas ele, por exemplo, exige porque sabe da qualidade inquestionável de suas aulas.
Outra coisa: Palhaçada quase todo mundo ter passado naquela última prova do semestre. Eu não sabia porcaria nenhuma, só enrolei, e ainda fiquei com uma média de 6,5! Olha galera, sinceramente, se não tivesse que pagar, eu queria muito ficar de DP, pois eu queria muito muito mesmo ter aprendido alguma coisa. Essa nota não foi merecida, não foi real.
* Porque diabos o curso de Administração de empresas tem muito mais destaque naquela faculdade do que nós, meros professores?!
Meus amigos, é fato também. Nossa semana de Pedagogia foi deprimente perto da tão aclamada semana da Administração. Nos foi apontado que o fracasso da nossa semana aconteceu em partes, por falta de interesse dos alunos do curso, mas eu gostaria de pedir um favor: Quem sabia que nós poderíamos dar opniões sobre o evento, me mande um e.mail pra que eu posso pedir desculpas pela injustiça que estou cometendo.
Além disso, os coordenadores apareceram umas quatrocentas vezes no jornal falando da semana da administração, milhares de empresas foram convidadas a conhecer o trabalho dos alunos. Quem pode mostrar algum projeto pedagógico na nossa semana ? Que grandes nomes da Educação de Piracicaba prestigiaram nosso evento. " A semana foi um sucesso!" Não. Não foi. Sinto muito. Mas eu sei o porque disso.
Pedagogia não é um curso atraente no mercado! Administração é a moda atual.
Quem quer, nessa vida, cuidar de pentelhos?! Quem quer um estágio de 6-8 horas diárias pra ganhar R$400,00, sem o passe de ônibus, pra ajudar? Quem quer ficar sem dinheiro para as baladas semanais no aribas? Todos querem dinheiro, estabilidade financeira, ganhar vantagem em tudo, explorar os recursos e pisar na massa da sociedade que provavelmente não vai conseguir estudar em uma boa faculdade! Essa é a verdadeira face e esses são os princípios da administração, eu já ouvi isso de um professor de economia, e isso vai contra tudo o que eu acredito !
Vale lembrar a todos nós, professores que, embora eles não saibam:
Sem engenheiros não haveriam prédios, casas, obras. Sem médicos não haveria saúde. Sem advogados não haveria justiça. Sem administradores não haveria ... caixas cheios! Mas sem nós, os Professores, não haveriam engenheiros, médicos, advogados e administrados. Outra coisa: DOM BOSCO era educador, e não administrador queridos ...
E se os princípios que ele pregava e vivia são a verdadeira filosofia da nossa faculdade, o coitado deve estar rolando no caixão ...
Afinal, o sonho de Dom Bosco está se transformando em um mercado, um mercado que favorece a burguesia e não dá chances aos menos favorecidos!
E nem resposta a nossa carta de Clamor por uma ajuda na mensalidade!
Paga quem pode, o resto se lasque pra pagar !
Principios Salesianos esquecidos!
Pronto! Falei.
Agora desejo a todos dias melhores, e mais força esse ano!
Desejo também que ninguém mais deixe o curso nem abandone a utopia de educar as crianças, missão nobre e muito necessária para que absurdos como esses não se perpertuem!
Um abraço!
Natalia Venturini

~~

Já sei dos riscos que eu corro com esse e.mail.
Já até sei quem vai implicar com esse "protesto".
Vão como sempre me chamar de "agitadora" de protestos internos.
Mas é isso que eu sou mesmo.
Se dentro de uma universidade não tivermos a tal da democracia, haha, na sociedade então fudeu!
hahahahahha

4º Sarau cultural do curso de Pedagogia: " O mundo encantado da criança", realizado sem apoio nenhum da faculdade e da coordenação do curso, mas com muita boa vontade de alguns professores e muito esforço e dedicação dos alunos e alunas.

 

3 comments so far.

  1. thiago-san 19 de janeiro de 2009 10:25
    GRANDE NATH!
    Talvez esse nao seja um protesto como vc mesmo disse, mas sim uma forma de "cutucar" os responsáveis da instituição e abrir os olhos e encarar a injustiça que estão fazendo!
    "Não Vou ficar calado porque está tudo errado"
    Taca o pau mesmo!
    Ano que vem eu estou aí, espero que meu curso seja pelo menos "favorecido".
    Beijos
    Nathy-chan
    Te amo!
  2. Groo 19 de janeiro de 2009 11:01
    Natália, o que você escreveu é nada mais do que o ideal que se espera de um curso superior e, sobretudo, na área pedagógica.

    Quando você escreve com bastante ironia sobre Matemática e "base 10, base 2", foi certeira. Isso acontece em Matemática, Português, Geografia. Ora, conheço professoras de Geografia lá na terceira série que "seguem o conteúdo do livro". Quando depara-se com o livro, o que temos? O universo e os planetas!

    Aí pergunto: os seus alunos, professora, eles sabem se localizar no bairro onde moram? Eles sabem o nome da rua, qual é a via de acesso principal do bairro, eles sabem onde realmente estão na cidade? Ah, sim, Saturno e seus anéis são mais úteis...

    Sei dessas coisas por experiência própria.

    E o deus-mercado (com hífen mesmo, eu acho) já tomou conta de tudo. Pedagogia é um curso subestimado, em parte pelos próprios "mestres e doutores" que precisam tomar um "chá de realidade" e pousar no planeta, mas também pelos conceitos de "gerenciamento" e "filosofia" até neoliberal que tomou conta destes centros - principalmente se instituição privada, embora aconteça nas públicas, também.

    abs e bom semestre!
  3. Groo 20 de janeiro de 2009 22:45
    Oi, Natália!

    Primeiro, obrigado pelos elogios ( dos quais não mereço e fico envergonhado).

    Segundo, vou tentar responder suas perguntinhas...bom, eu sou seu colega de profissão, digamos assim. Sou professor, formado em Letras e com especialização em Novas Tecnologias da Informação e Comunicação aplicadas à educação, e é neste ramo que venho me dedicando nos últimos anos.

    Então, sei mais ou menos do que falo em relação à faculdade de licenciatura e do cotidiano da sala de aula...hehehe!

    Minha idade recuso a dizer. Acho que é mais que 29 e menos que 31!

    Quanto ao meu nome, confira um tal de http://profjaime2.blogspot.com

    Abração!

Something to say?