dor de cabeça ...

By Nah
que não passa !!!
 

SOBRE MAFALDA

Category: , , , , By Nah

Pra começar a esquentar os motores desse meu canto abandonado na internet, vou colar abaixo algumas informações sobre alguém, um personagem de vida e opinião própria que tem me inspirado muitas vezes, até porque me identifico muito com ela: MAFALDA!

MAFALDA - A ANTI-MENINA DOS OLHOS
ahh! site muito bom por sinal, visitem !!!
Tempos de exceção propiciam o aparecimento de arranjos sociais e criações artísticas ímpares. A década de 1960 parece ter sido a época que mais materializou essa máxima. A contracultura na América do Norte deu um salto por sobre os muros do conformismo e da tradição. Em pouco tempo vimos surgir o sexo livre, o movimento hippie, a literatura beat, o consumo de drogas para a expansão da consciência, as lutas pelos direitos civis, etc. As margens começaram a dar uma expressão artística e social para os anseios de liberdade e criatividade. Personas marcantes surgiram nessa época, como Jimi Hendrix, Allen Ginsberg, Malcom X, Martin Luther King.

Na América do Sul, grassava o espírito das ditaduras e o desejo facistoíde de engendrar povos “fortes” e livres da “ameaça” comunista. Mas a alma libertária também tinha seus espaços. O suficiente para que em 29 de setembro de 1964, surgisse na argentina uma menininha que encantaria o mundo e permaneceria até hoje como símblo de contestação e liberdade. Seu nome? Mafalda, uma garota de seis anos, que surge para colocar o mundo de ponta-cabeça. Ela aparece para desconstruir as visões conservadoras sobre a política, moral, econômica, cultural. O “pai” da menina é o quadrinista argentino Joaquín Salvador Lavado, popularmente comhecido como Quino.

Pelo fato de ser uma menina, e não um menino, Mafalda já começa subvertendo as lógicas do quadrinho e da vida, dando espaço para questões de gênero. Se antes as mulheres eram vistas como coadjuvantes, Mafalda torna explícito o contrário. Ela se transforma num vetor para as idéias que iam emergindo na turbulenta década de 1960 – o feminismo, as questões do chamado “Terceiro Mundo”, os direitos das crianças. Seus questionamentos, suas angústias, pareciam antecipar as problemáticas surgidas com o terror que seria instaurado na argentina dos militares.

Mafalda odeia a injustiça, a guerra, as armas nucleares, o racismo, as absurdas convenções dos adultos e, obviamente, a sopa, como mostram algumas de suas tiras. Seus amores também ilustram o espírito da época: os direitos humanos, a democracia e os Beatles. Ela é uma menina que recoloca questões crucias, numa linguagem radical, de tão simples e aparentemente ingênua; é uma criança que se espanta diante do mundo, não aceita as “normalidades e obviedades” da realidade cotidiana.

Seus comentários são sempre ácidos e vão de encontro aos ideais da sociedade de consumo. Quino consegue criar em suas tiras perguntas de um fôlego inédito, um frescor para o humor político e engajado. Através de seu alter-ego Mafalda, ele faz comentários entrecortados de ironia, acidez e sutileza.

A presença de espírito da pequena menina argentina foi reconhecida por ilustres acadêmicos, como o semiólogo italiano Umberto Eco, que chegou a afirmar que ela é uma “heroína iracunda que rejeita o mundo assim como ele é, reivindicando o seu direito de continuar sendo uma menina que não quer se responsabilizar por um universo adulterado pelos pais”.

O universo de Mafalda não é só atormentado por seu mundo familiar. As questões do mundo lhe dizem respeito, são tratadas diretamente. A América Latina, o problema da auto-afirmação dos povos, as crises econômicas, as questões do mercado de trabalho, tudo interessa a Mafalda, tudo lhe atinge e a confronta. Com poucas palavras, em quadros ágeis, Quino consegue falar do autoritarismo paterno e materno e dos problemas ecológicos.

Quino, diferente de outros desenhistas, sempre fez questão de dominar todo o processo de feitura de suas tiras. E foi assim durante todo o tempo em que Mafalda foi publicada. O sucesso de Mafalda foi enorme. Ela dava uma expressão bem-humorada para os problemas que assombravam o mundo. Logo foi traduzida em várias línguas, tendo grande repercussão em países como Inglaterra, Alemanha e Itália. O rosto da “pequena iracunda” se tornou um dos mais populares do universo das HQs.

A menininha “cresceu”. Mas em 25 de junho de 1973, quase nove anos após seu nascimento, Mafalda deu adeus ao mundo. A explicação de Quino para o fim da publicação das tiras foi a de que ele não queria se repetir e que o personagem já havia realizado sua missão, esgotado suas possibilidades. Dali por diante seria necessário dar lugar a outras experiências. Quino continuou produzindo obras de muita qualidade. A menininha já havia conquistado seu espaço na história do conturbado século XX, donde saiu dando língua e sacudindo a cabeça, perturbando o planeta como sempre soube fazer.



 

O Ciclo sem fim ...

Fato
Pensamento
Questionamento.
Noite sem dor.
Dor de cabeça.
Mais ponderação.
Choro.
Lágrimas ...
Preciso escreveeeeeeeeeeeeeeeerrrr!!!
Não, não estou grávida ...
Esse é o ciclo sem fim das minhas neuroses sociais.
Tinha aposentado o blog, mas diante dos absurdos que ando presenciando a escrita pós reflexões parece inevitável.
Neste momento estou no laboratório de informática da Faculdade, deveria estar elaborando o primeiro capitulo da minha Monografia sobre Educação e Poder, Um diálogo entre Pierre Bourdieu e Paulo Freire ... mas hoje foram tantas emoções que dê certa forma, minha fundamentação teórica se resume aos fatos ocorridos.
Portanto, vou jogar o jogo.
E continuar o ciclo, o que impulsiona a minha vida.
Los malditos ideais!
 

E eu voltei!!

Uiiia!!
Estou aqui outra vez, embora tenha demorado pra aparecer, cá estou e olha... não foram poucas as coisas que aconteceram nesses ultimos tempo não é?!

Enfim, conclui mais um semestre da minha graduação em Pedagogia, com notas não tão satisfatórias dessa vez, mas consegui ser aprovada em todas as disciplinas. Ufa! Foi um sufoco!

O meu estágio supervisionado semestral também está em ordem, eu nem acredito! ^^
Agora faltam apenas 30 horas na Ed. Infantil, 20 em gestão-Direção, 20 horas gestão- Coordenação e 20h em gestão-Supervisão + 100 horas de atividades culturais comprovadas e a conclusão da Pesquisa cientifica- Tcc e já era !!! Facil demaaaaaais né?!!?

Hoje fui a uma entrevista no SESC de Piracicaba e estou concorrendo com mais ou menos umas 60 pessoas a 7 vagas para estagio em exposições culturais que serão realizadas nos próximos seis meses. Enquanto eu me mato por aí, atrás de um estágio digno vejo a farra no senado, as contas não declaradas e tudo mais de pessoas que não estudaram metade do que eu estudo e estão torrando o dinheiro que seria verba para nós, simples mortais distantes do Olimpo em Brasilia a solução, ou no minimo uma ajuda, para muitos problemas sociais.

ah! e além disso dando um grande mal exemplo (mais um??) fazendo uso de violência explicita contra aqueles que ousam questionar o sistema vigente !

O Reportér do CQC Danilo Gentili foi agredido pelos seguranças de J. Sarney numa tentativa de entrevista.
Detalhe: a imprensa no Brasil é Livre!


Depois disso, estamos divulgando na internet um abaixo assinado pra mostrar ao governo que nem todos da sociedade são passivos diante desses acontecimentos.
Um abraço!

ps: Lula, não me decepcione!
 

Marco Luque Em Piracicaba! (Dobradinha)

By Nah

Yes!!! Nós fomos!
E te conto maaais menina ... Como houve grande ´procura e os ingressos se esgotaram na primeira semana, a produção resolveu fazer uma sessão extra pra quem foi lerdo e ia ficar de fora ! haha
Logicamente, nós somos uns dos primeiros a comprar os ingressos da primeira sessão, já na primeira semana ! e Lá fomos nós ...
Acabou a primeira sessão do espetáculo dele e nós fomos lá tentar conhecer o brotinho, maaaaaas... sabe como é né, ele tinha que se preparar pra segunda sessão!
Conversamos com o produtor, André Diniz e ele nos colocou lá pra ver o stand up outra vez, de graça, e depois nós conseguimos ser os primeiros a fotografar com o Luque. Aliás, valeu aew produção ... Thiago e André Diniz, fééééeeeeeeeeras!
Foi legal pacas, mas tinha muita gente lá bixo ...
Nossa, só deu pra dar um abraço e dizer: - Oi Luque! Prazer Natália! [FOTO]
- Tchau Luque! Fica com Deus !
(Como se ele não fosse esquecer nunca mais de mim! hahahaha Idiotaaaa!)
Bom, pelo menos eu não deixei ele surdo com gritos histééééééricos ! =OOO
Enfim, RECOMENDO !
Um Humor limpo, sem preconceitos, bem elaborado ... arte de verdade!
MARCO LUQUE É TALENTOSO PRA CARAMBA !

Sinto ainda dores abdominais de tanto rir! HAHAHAHAHAHA
Aguardaaando ...


UhuuuLLL !
 

Aniversário do Caralho !

By Nah














Nah 21 anos (10 de Maio) e Amanda 20 anos (9 de maio)





Tava esquencendo de contar, companheiros ...
A comemoração dos meus 21 anos de vida fodona foi demaaaaaaaaiiis!
Embora eu tenha aguardado uma festa surpresa do fim de semana inteiro, nem rolou, até porque meu anivesário caiu no dia das Mães ... E na verdade, eu acho q ninguem nunca pensou em me surpreender ! hehe :P
Mas no sábado a noite, fomos pro bar econtrar a Turma da Amanda, aniversariante do dia 9 de Maio! Daí foi só loucura ...
Depois da meia noite, a festa foi minha ! hahaha
Bebemos R$200,00 em Breja e caipirinha de pinga ! :D~~
Foi muito Bacaninha mesmo, espero sempre poder comemorar meu aniversário, antes de estar morta, é claro! (Só pra constar!) hehehe
Olha aew nossas fotos!

Nossa Mesa!!! Galera Show!


Meu querido amigo e companheiro ! Thiago ;D


Pedagogas aniversariantes !


É Sempre bom ter uma banda feminista com você! "nO Steriotypes" e Eu! ^^


Irmãs Pulz e yO!
 

Saindo do formo, um conto inusitado e (ainda) amador!

By Nah


Nossa história começa em um lugar aparentemente comum, a floresta onde vivia Chapeuzinho Vermelho e o Lobo mal.
Porém, meus amigos, essa floresta, não era assim tão normal e as coisas não aconteciam da forma como acontecem nas florestas pelo mundo afora: os animais falavam, alguns eram fluentes em diversas línguas, os grilos tocavam viola, as formigas trabalhavam diariamente, a cigarra cantava o dia todo, os pássaros eram vigias aéreos da floresta, os cisnes namoravam no lago onde os sapinhos aprendiam a cantar em coro. Lá moravam também ursos, que cuidavam de fazer a ronda escolar das crianças e as cobras que cuidavam das fronteiras e da alfândega, cobrando impostos daqueles que queriam levar alguma fruta da floresta pra outro lugar. O senhor coelho era o padre da comunidade da floresta, e celebrava suas missas na Capela da Santa Primavera. Existiam também, é claro, alguns humanos, lenhadores, menininhas, mamães e vovozinhas, além dos temidos lobos.
Crispim era um desses lobos. Ele era um lobo grande e peludo, botava medo, pois já tinha feito muitas maldades pela região: assustava as crianças, puxava o rabo do macaco Zezé, comia o lanche das pobres coelhinhas saltitantes.
Ele era mesmo muito malvado. Crispim, o malvado do pedaço, estava deixando essa vida bandida de lado porque havia encontrado uma garota por quem estava apaixonado, era uma linda Loba de pelos claros e nariz rosado, que tinha um rostinho angelical, mas era brava como uma onça.
Crispim colhia flores para ela, desenhava com as unhas um coração e as inicias de seus nomes em várias árvores da floresta, escrevia poemas sobre a noite em que se conheceram, e ela, apesar de tentar não demonstrar, também estava claramente apaixonada por ele, e até havia lhe dado uma bitoca no caminho das flores que levam até a capela, num domingo de manhã.
Aconteceu que um dia, em um de seus passeios diários, Crispim estava tão feliz, mas tão feliz que nem se lembrou da sua fama de mal quando avistou a menininha mais chatinha da floresta, a tal da Chapeuzinho vermelho, andando com uma enorme cesta nas mãos e foi logo puxando assunto, querendo muito compartilhar com alguém sua felicidade. Chegou perto da menina e perguntou o que ela levava na cesta e para quem era tudo aquilo. A menina respondeu que eram doces, tortas em formatos de coração, bolinhos de chocolate, mas que eram apenas para sua avó, não para lobos fedorentos como ele. Mal deu tempo de Crispim expor a idéia de pegar um doce emprestado, e a menina já deixara claro de que não dividiria com ninguém.
O Lobo ficou chateado com a atitude de egoísmo da menina, pois não teria doce algum para levar de presente para sua amada lobinha do nariz rosado. Pensou em um plano e decidiu apelar pra vovozinha, afinal, ela com certeza já havia se apaixonado por alguém e entenderia a necessidade de um amante á moda antiga.
Sem perder tempo, correu para a casa da Avó da menina, bateu na porta e logo explicou a situação. A vovozinha não pode acreditar que sua netinha Chapeuzinho havia tido uma atitude tão mesquinha, pois havia educado a menina para que ela sempre compartilhasse as coisas com quem precisasse. Então a vovó propôs ao lobo pregar uma peça na menina, para que ela jamais fizesse isso outra vez.
A vovó se escondeu dentro do armário depois de vestir o lobo com seu pijama, deitá-lo em sua cama de madeira e cobrí-lo com o lençol de bolinhas amarelas e azuis, e ficou a esperar a menina chegar.
Como todos sabem, quando Chapeuzinho chegou e começou a conversar com o lobo disfarçado de avó levou um susto e tanto, e o susto foi enorme, com seus gritos desesperados apareceram vários caçadores para salvar Chapeuzinho do lobo apaixonado para o qual ela negou uma torta de morango em formato de coração. O caçador chamou a guarda da floresta, mas a Avó da menina esclareceu tudo e o lobo foi convidado gentilmente a permanecer longe dos humanos que habitavam a floresta, pelo menos até a poeira baixar e a população esquecer-se do incidente.
Logo a fofoca chegou a senhorita Blanca, a loba do nariz rosado, que nervosa ser saber o que fazer, estava dando murros nos cachos de banana, quando viu Crispim chegando de cabeça baixa para lhe contar sobre a confusão:
- Então, meu amor, eu me deitei na cama da vovó, me vesti com seu pijama pra fingir que não era lobo e assustar a Chapeuzinho, mas ela fez um escândalo e chamou toda a guarda da floresta ...
- O quê? Você estava na cama de uma mulher? Vestido com um pijama de vovozinha? Ora Crispim, você me envergonha! Estão rindo de mim, afinal, um lobo mal que se veste de vovó não serve para ser um chefe de familia! Como vcoê vai aparecer nas histórias infantis? De pijama? Com toquinha na cabeça?! Ahhh! Que vergonha!
O lobo, tentou explicar o porquê da confusão e mostrar que tudo isso aconteceu apenas porque ele queria muito aquela torta para dar de presente para ela. Nada adiantou. Blanca gritou ferozmente e em frente toda a comunidade da floresta que não queria vê-lo nunca mais.
Durante noites, isolado a beira do lago, escrevendo poemas tristes, Crispin o lobo mal apaixonado resolveu viajar e sumir da floresta. Atravessou o rio, se afundou nas ruas da pequena cidade vizinha, pegou um trem, foi para a capital, de lá pegou um avião e voou para o Tibet.
No Tibet meditou em templos budistas, adotou a dieta vegetariana, fez votos de humildade e pobreza, e lá ficou por muitos anos ... Até que um dia dormiu, olhando as fotos de seu antigo amor e decidiu voltar a floresta.
De volta a vida na floresta, encontrou alguns dos poucos amigos que tinha, conversou e contou suas experiências no oriente, mas no final do dia encontrou quem realmente procurava, sua loba de nariz rosado.

Blanca já tinha muitos lobinhos e lobinhas com um lobo forte chamado Oscar, muito muito mal, e tudo que havia de mal nele e todas as maldades que ele fazia ela se orgulhava.
Crispim, no fundo jamais seria um lobo tão mal assim, jamais ensinaria tamanha crueldade a seus lobinhos e lobinhas, mas aprendeu a viver sozinho na floresta, escrevendo estórias para crianças de todo o mundo.

Em suas estórias, Crispim, o lobo mal apaixonado, escreve sobre a natureza e como é bom viver em meio a tantos animais diferentes. Escreve sobre o amor, sobre a vida ao seu redor, escreve para crianças e escreve para adultos.

Chegamos ao fim da história e eu aposto que você não sabia o que aconteceu com o lobo mal depois da confusão na casa da Vovó da Chapeuzinho, não é?

Pois é, lobo mal também ama! E ama de verdade ...

 

By Nah

"Sente o perfume de uma flor no lixo ?
Ela existe com cores e vida, em meio a podridão. Ela está intimamente ligada ao lugar onde vive, mas sabe que ali não é o seu lugar! Ela é sonhadora e escreve pro futuro... Sofre estando sozinha, mas há algo que a prende. Coisas do seu coração. Não quer ser uma flor perfumada no lixo, e sim, transformar o lixo em um imenso e radiante jardim!"
[Natália Venturini, inspirada por Cazuza]
 

Irmãs

By Nah

Incrível!!!
Familia é uma coisa curiosa.
Parece que nos odiamos.
Sempre nos ferimos.
Já apanhei muitas vezes sabendo que eu estava certa.
Mas no fundo, de verdade mesmo, ninguém consegue romper o elo ...
Irmão é irmão!
Irmão sempre se perdoa ... e se ama !

Muitas vezes eu chorei por ver coisas que prendiam os sonhos de alguém que eu amava.

E me odiaram por isso!

No entanto, não queria que fosse assim tão explicito o valor baixo de quem nos separou por três anos, até gostaria de estar errada, mas não estava.

Aquele garoto era muito pouco pra minha bonequinha, pra minha irmã !

Agora, se liga ! Aqui dentro de casa a gente se mata ... Mas ninguém de FORA nos fere !

AMOR VERDADEIRO POR VOCÊS, MINHAS IRMÃS !
SOMOS IRMÃS, AS PESSOAS QUERENDO OU NÃO ... SOMOS UM PACOTE GENÉTICO DE ENCRENCA!
Nunca mais quero perder vocês ...
 

Clarice em mim ...

By Nah

"...faz de conta que ela nao estava chorando por dentro - pois agora mansamente, embora de olhos secos, o coração estava molhado; ela saíra agora da voracidade de viver..."


 

By Nah
Preciso fazer uso das palavras para que vocês sintam o sentimento dessa foto?!
 

Pra quem quiser acreditar ...

By Nah
Essa aew sou eu Benhê! Se quiser acreditar em mim ... beleza! Eu vou até onde puder, e o céu não é o limite ! ha.ha.ha !

Eu falo falo falo, e permaneço inerte desde o começo deste ano, mas nada como planejar e/ou projetar, não é?

*Pra quem se interessar em contribuir com o meu projeto voluntário no Programa escola da Familia a respeito de Interpretação e produção de textos e Literatura Brasileira, para o 3º ano do ensino médio, aos sábados, como uma espécie de "aula complementar" para o vestibular, pode me mandar sugestões! Estou quase finalizando-o!*


* Estou pensando em entrar para a companhia de Teatro Guarantã de Piracicaba. Fui assistir a Paixão de Cristo segunda-feira e me apaixonei mais ainda pela arte do teatro!*
Aew estamos nós, eu e Binha, minha melhor amiga com Jesus Cristo e com Pilatos. Esquecemos do pobre Judas ! Mas tudo bem, foi muito emocionante pra uma segunda-feira! :D AH ! E alguns soldados romanos, só pra vcs terem uma idéia do tamanho do espetáculooo!!!

* Aliás, sobre teatro, adivinha !!! Estamos pensando em apresentar nossa peça musical na Sala 2 do Teatro Municipal Dr. Losso Netto, vamos nos empenhar e espero que ninguém jogue agua fria na gente ! Estou ajudando na montagem da peça! hehe* :P

* Meu projeto de arte em EVA! isso tá me animando! a idéia é fazer chaveiros, imãs de geladeira, marca páginas, ponteiras de lápis e caneta, lembrancinhas de aniversário, lembranças de nascimento, porta-retratos, porta- trecos, guirlandas, cestas de presente e mais alguma idéia que eu tiver! é isso aew!*

*TCC?? TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO!!!! - Meu Deuuus!! o que fazer?! Me ajudem:
EDUCAÇÃO E PODER - (ainda não achei um foco dentro desse tema)
O NEGRO NA ESCOLA, multiplas visões sobre a questão racial em sala de aula. (Posso melhorar esse tema !!)
Sindrome de Down, alunos mais que especiais ! (Nem sei, me inspirei na minha aluna Sofia!)
LITERATURA INFANTIL -as origens burguesas da relação livro -escola, e a idiotização dos livros infantis. ( É! essa eh boa!)*
HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO EM PIRACICABA- Metodistas e Salesianos (??)
EROTIZAÇÃO INFANTIL - Origem e reflexo de multiplos problemas socias (Gosto desse também !)

É isso!
SÃO ESSES MEUS Projetos!!!
 

A coruja de ouro?!

By Nah
Tudo começou com essa coruja, feita em E.V.A para uma amiga. Na verdade, eu não sabia como fazer pequenos enfeites com esse material, por causa da dificuldade em recortar e tals.
Quando levei esse lindo bichinho pra faculdade as pessoas adoraram !
e aí, veio minha idéia de ficar rica fazendo artesanato em EVA! hehehehehe
Tudo bem, rica não, mas vai dar pra pagar as cópias de livros e os passes de ônibus!
Então é isso, em breve vou por os trabalhos que eu estou aperfeiçoando, estão bem melhores que esse!
Beijos!
 

Cabeças quadradas!

Primeiramente, Olá!
Hoje tive uma aula interessantissima sobre o conflito entre Israelenses e Palestinos na aula de História na faculdade. Engraçado como eu tinha muita informação mas não conseguia organizá-las na minha cabeça como eu fiz hoje. A tal da abstração né?!
Essa aula me fez pensar milhões de coisas, inclusive trazer o "conflito" do Oriente, para o conflito eterno que eu vivo com a minha mente.
O conflito parece estar aqui dentro, mas eu acho que a podridão está fora.
Nem posso escrever muito aqui, pois certas pessoas mal intencionadas andam bisbilhotando meu blog pra de (desculpa) Fuder!
O interessante é que no ensino superior, todos os mestres pregam a emancipação dos professores em formação, o senso critico e a habilidade de questionar paradigmas vigentes na sociedade e na educação, porém, alguns deles conseguem controlar seus alunos, com jogos psicologicos e o bom e velho QI!
Tá bom, você pode não gostar de mim, mas eu tenho a cabeça aberta, com meus valores do qual não vou abrir mão pra te agradar.
Não me limito as suas regras.
Não sou modelavel, sou intragável, mas sei da minha qualidade como professora e sem duvidas, no final das contas sei que posso ir mais longe do que você imagina.
Pareço frágil e abalada as vezes, mas nada de cultivar mágoas, e sim tranformar essas injustiças em combustivel pro meu "carro" ultrapassar o seu.
Modétia a parte, acho que sou uma mulher a frente do meu tempo!
 

By Nah
EM BREVE NOVIDADES !!!
Estou com um plano pra ficar rica !
hehehehe
:D
Beijos!
 

By Nah
"Eu não sei na verdade quem eu sou
já tentei calcular o meu valor
Mas sempre encontro sorriso e o meu paraíso é onde estou
Por que a gente é desse jeito?
criando conceito pra tudo que restou

Meninas... são bruxas e fadas
Palhaço é um homem todo pintado de piadas!
Céu azul é o telhado do mundo inteiro
Sonho é uma coisa que fica dentro do meu travesseiro

Mas eu não sei na verdade quem eu sou
Já tentei calcular o meu valor
E sempre encontro sorriso... e o meu paraíso é onde estou
Eu não sei... na verdade quem eu sou

Perguntar... da onde veio a vida
por onde entrei... deve haver uma saída
e tudo fica sustentado... pela fé
Na verdade ninguém... sabe o que é

Velhinhos são crianças nascidas faz tempo
com água e farinha colo figurinha e foto em documento
Escola! É onde a gente aprende palavrão...
Tambor no meu peito faz o batuque do meu coração

Mas eu não sei na verdade quem eu sou
Já tentei calcular o meu valor
E sempre encontro sorriso... e o meu paraíso é onde estou
Eu não sei... na verdade quem eu sou

Perceber que a cada minuto
tem um olho chorando de alegria e outro chorando de luto
tem louco pulando o muro, tem corpo pegando doença
tem gente trepando no escuro, tem gente sentido ausência

Meninas... são bruxas e fadas
Palhaço é um homem todo pintado de piadas
Céu azul é o telhado do mundo inteiro
Sonho é uma coisa que fica dentro do meu travesseiro

Mas eu não sei na verdade quem eu sou
Já tentei calcular o meu valor
Mas sempre encontro sorriso e o meu paraíso é onde estou

Mas eu não sei na verdade quem eu sou..."

(O TEATRO MÁGICO - "EU NÃO SEI NA VERDADE QUEM EU SOU")
 

Estou caindo ...

By Nah
Cair é diferente de subir.
Mas na verdade, quando a gente cai, o que mais quer é realmente subir.
O silêncio é algo perigoso demais para aqueles de emoções intensas, mas ainda preciso me manter distante, quieta.
Talvez um dia descubram, que não tem sido fácil pra mim!
 

Parabéns Thiago San !!!!

Category: By Nah

Pois é, eu odeio dar parabéns pras pessoas, porque na verdade, eu nunca consigo sair do usual: "Parabéns, tudo de bom!" e isso todo mundo fala, nem que seja só por educação.
Ás vezes eu finjo que esqueci e no outro dia entrego uma carta ou um cartão, alguma lembrancinha.
Se a pessoa não é muito próxima de mim, ou se eu nem falo com ela, eu não consigo chegar e abraçar sorrindo desejando felicidades, mas quando vou dormir, faço uma oração por ela, acho que é bem melhor. Sei lá ...
Mas esse não é o caso !
Hoje é aniversário do meu amigo e namorado Thiago dos Santos, que completa seus 20 anos, com um super presente, uma bolsa de 100% na Faculdade de Ciência da Computação.
Então a comemoração é dupla!
Pela bolsa de estudos e pelos seus 20 aninhos!

Você é muito especial, para todos nós ...


Você tem esse seu jeito engraçado de ser. Adora uma cervejinha e ouvir música. Um jovem negro, que tem orgulho de suas raízes. Um menino estudioso e dedicado as coisas que faz. Tem um sorriso lindo e contagiante. Brinca demais as vezes. Come bastante.É uma pessoa boa e moderada, ponderando sempre, mas as vezes tem alguns ataques de fúria! Mas quem não tem né?!
Mesmo com todos nossos defeitos, amamos você de verdade, pois sabemos que tens um bom coração!
Você vem me transformando a cada dia, e eu sinto orgulho de tudo o que você faz, porque faz com legitimidade, força de vontade e determinação.
Estamos crescendo e crescer não é fácil, amadurecer pode ser doloroso pra quem leva a vida a sério, pra quem pensa sobre ela.
Não se fruste nem se zangue frente as dificuldades, evite fazer bico e se estressar.

Você é abençoado e muito amado!

Nós te amamos muito!



"Se eu soubesse falar, diria que você é o melhor Tio do mundo !" (Bruninho San)

... Um filho companheiro, dedicado e que dá muito orgulho ao seu pai!

... O caçula da Mamãe, que cuida dela e a protege!

Um super Genro!!!

Um companheiro/namorado/futuronoivo que acalma, que alegra e faz bem! Alguém que eu amo demais!


PARABÉNS!!! TE AMO !


 

LITERATURA?! Eu RECOMENDO:

By Nah

Programa Educativa nas letras
http://educativanasletras.blogspot.com/



Há mais de 3 anos no ar, o Educativa nas Letras é um programa de rádio que tem por princípio a ideia de que o rádio é um maravilhoso meio para se divulgar a boa literatura. Valendo-se de contações de estórias, declamações de poesia, leituras de trechos de livros, dicas de leitura e comentários críticos, o Educativa procura cativar o ouvinte – inserindo-o cada vez mais no mundo da leitura. A cada programa uma temática é apresentada e - partindo-se dessa temática - as atrações são desenvolvidas. Para este ano, a programação está ainda mais cheia de novidades: graças ao recente apoio da Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo (Proac), o Educativa passará a sortear a seus ouvintes dois livros por semana. Além disso, e também a cada semana, 3 livros utilizados em cada edição serão doados à Biblioteca Pública de Piracicaba - e 2 cds, contendo as trilhas sonoras apresentadas, serão doados à rádio Educativa de Piracicaba. Completando essa empreitada cultural, o Educativa ainda distribuirá mensalmente 20 cds (contendo a gravações de cada programa) a 20 bibliotecas do estado! É o Educativas nas Letras e você - viajando pelo mundo encantado da Literatura!
[Descrição do Perfil do blog educativanasletras.blogspot.com]
Blog sobre o projeto cultural do qual meu Professor de Literatura Infantil, Alexandre Mauro Bragion faz parte, e juntamente com outras pessoas apaixonadas pelas letras oferecem a todos divertimento, cultura e Literatura de qualidade!

Confira!



 

Uma visão sobre o aborto !

Sobre o Aborto sou contra, salvo casos como o abaixo citado.
Apesar de feminista acredito e defendo do direito da mulher sobre seu próprio corpo e a decisão de ter ou não filhos, porém acho que isso basicamente pode ser resolvido com o uso de anticoncepcionais, que hoje são fáceis de conseguir em postos de saude publicos, além disso você apenas está controlando seu corpo para que ele não permita que você engravide, não há traumas nisso, nem mortes, apenas um controle hormonal.

Acredito que mulheres maduras tem capacidade de se previnir para evitar gradidez, partindo do principio de que nós mulheres não aceitamos mais participar da sociedade apenas como mães, procriadoras, donas-de-casa e esposas heterossexuais, tendo portanto acesso a informações sobre prevenção de doenças e gravidez, o aborto pode parecer até mesmo irracional.

Logicamente é uma questão de opção. Muitas de nós preferem viver de formas alternativas, outras querem constituir familia, a diferença é que agora se pode escolher. Porque pensamos e fazemos escolhas que somos animais racionais.
E a escolha é importantíssima!
Agora se você aprontou alguma, não se cuidou e quer matar o coitadinho que está dentro de você pra se livrar das responsabilidades, aí você já perde seu direito, pois não é apenas seu corpo e sua vida em questão, mas de uma segunda pessoa. Entende?
Quando se descobre que o bebê tem doenças como hidrocefalia ou sindrome de Down, também tenho uma opnião certa: Não aborte! Se você conviver com um sindrome de Down você vai saber reconhecer Deus em seus olhos, seus sentimentos e suas gracinhas e seus sorrissos ... ahhh ! Não Vale a pena !
Levando-se em consideração que tudo acontece ao seu tempo, se você ainda não pode criar um bebê, proteja-se !

Protejendo-se, você evita que vidas inocentes "acabem antes de começar".
Você evita traumas, mortes, pesadelos ...

São vidas. Tem parte de você lá !
Não jogue fore quem queria te amar !



 

Excomunhão e princípios Cristãos não combinam !

By Nah
Uma menina de 33 quilos, 1,36 m , 9 anos, violentada, ameaça pelo padrasto, testemunha de abuso sexual contra sua irmã deficiente física de 13 anos, grávida de gêmeos.
Diante da situação, o aborto induzido por medicamentos parecia ser a melhor solução. (Se é que isso soluciona muita muita muita coisas né?)
"A criança estava anêmica, certamente desnutrida", explica o médico. "Seus órgãos mal estavam formados. Era preciso agir rapidamente. Esperar demais a faria correr um risco de morte".
Imagine a situação dessa familia, o que faria a mãe dela agora que sua filha de 9 anos está carregando em seu ventre duas vidas concebidas pela loucura de um homem sem pudores?
Eis que para piorar a situação, o pai bilogico da menina, separado da mãe a três anos, aparece e tenta impedir o aborto, justificando ser evangélico e não permitir que sua filha tirasse a vida de inocentes.
Peraí!
Primeiro: A menina então não era inocente ? Ela não teve sua vida interrompida de uma forma pior do que se pode imaginar ? Ela seria má se abortasse? Seria uma boa mãe aos 9 anos? Sobreveviria ao arriscado parto? Ou morreriam as 3 crianças envolvidas na história?
Segundo: Se o pai é evangélico e dá tanto valor a vida, porque, em muitos anos, não conversou com a filha ? Não se preocupou com ela? Onde estava esse cristão enquanto sua filha tinha os orgãos sexuais dislaceirados por um pênis de um adulto, dia a dia , sob ameaça da morte da mãe?
Menina trasformada em mulher aos olhos do agressor, uma em meio a milhares, mas um caso que chegou ao extremo.
A patifaria moral ainda esá longe de acabar. Eis que surge o, em minha opinião, Demente, arcebispo Dom Dedé e excomunga a mãe da menina e toda a equipe médica que realizou um aborto, dizendo que esse ato é contra as leis de Deus.
Todos excomungados, menos a menina (Só faltava né??) e o estuprador. Curioso o fato do principal culpado por tudo não ser excomungado? Dom Dedé explica: "Ele cometeu um pecado muito grave", admite o arcebispo. "Mas, aos olhos de Deus, o aborto é um crime ainda mais grave".
Olha aqui Dedé ... Sabe o que Jesus CRISTO faria se estivesse aqui ?
Primeiro ao invés de julgar e explusar as pessoas do "reino de Deus", Jesus ofereceria ajuda, amparo, carinho a mãe e a menina vitima da loucura dos homens. Jesus oraria por ela e deixaria que ela decidisse o que queria fazer.
Jesus Cristo disse que veio para unir, não para separar as pessoas.
Veio como mudança, não para que seu nome fosse usado para destruir a alma das pessoas, em nome de uma igreja. Sabemos que Jesus não aprovaria que escandalizassem um de seus pequeninos, conforme lemos no envangelho de Lucas.
O papel da igreja, se verdadeiramente cristã, é amparar os irmãos, não condená-los pois não é da Santa igreja tal poder, mas do Senhor supremo ao qual ela deve servir.
Me envergonha um sacerdote da igreja na qual fui educada tomar essa postura diante de tamanha tragédia com uma criança. A decisão deste homem vai em direção contrária aos ensinamentos de Cristo, pois o Filho do Pai veio para livrar o coração das pessoas da soberba e do poder, veio para falar de amor e compaixão, o que não podemos enxergar em D. Dedé.
Na minha opnião de Cristã, (talvez) não mais católica, mas que com certeza vive muito bem os principios de Jesus, o papel da Igreja é acolher e amparar as vitimas, não banir, excomungá-las para mostrar o medieval poder da Igreja, que queimou bruxas de bem, enforcou grandes nomes da Ciência, distanciando-se de tudo o que pode haver no coração de alguém bondoso e amável.
Tenho vontade de dizer:" Me excomungo aqui voluntariamente, em respeito as vidas duplamente violentadas, pelo estuprador e pela Igreja. Amém !"

Porém digo: "Eis me aqui, para ajudar os que precisarem, não em nome de uma ordem, mas em nome da minha consciência, a qual DEUS CONHECE !"

 

Saudade, sentimento tão forte!

By Nah

Hoje é aniversário da minha irmã Jussara, 17 anos. Anteontem foi aniversário da minha prima Leticia, 15 anos, que é filha da minha prima BIA, que iria fazer 40 anos, se o o câncer não viesse mais uma vez, há exatos 9 meses atras.
Em todos os anos, depois que minha prima e minha irmã nasceram, essa era uma semana olimpica ! hehe Uma maratona, melhor dizendo, uma maratona de festas, bagunça e alegria.
Esse ano as coisas estão meio estranhas, pois a falta de alguém que viveu tanto conosco faz com que a gente se sinta impotente.
Impotente diante da morte, mas também nos convida a comemorar os aniversários de quem ficou, de quem vive aqui, nesse lugar, nessa dimensão.
As reflexões são automáticas. Durante o dia, nas preparações, observamos a alegria, mesmo com a dor da perda, da saudade.
Eu nunca gostei muito da minha prima, achava que ela era uma chata, pegava no meu pé, por causa dos meus piercings e tatuagens. Hoje, sem ela, percebo que perdi muito tempo com raiva dela, pois não pude compreender que ela queria o que acahava que fosse melhor pra mim, dentro do mundo dela.
Ela me carregou no colo no dia do seu casamento.
Ela batizou minha irmã mais nova.
Antes de morrer, preparou todo mundo, explicando que tinha fé que a sua vida não acabaria aqui.
Levou seus pais pra conhecer a praia, reformou a casa da sogra e antes de morrer, fez uma novena para Santa Teresinha, com uma rosa na estante.
Ali, ninguém sabe o que ela pediu, o que ela desejava ... mas todos sabemos que ela não se preocupava em ser curada mais, apenas queria que todos aceitassem o que Deus planejou pra ela.
Suas filhas, talvez tenha sido essa a prece, vivem de forma totalmente diferente.
A menina da cara fechada, hoje ri, abraça e beija as pessoas que estão com ela. A menina bagunceira, traquinas, agora trabalha no lugar da mãe, e é a cara dela!
Pessoas que estavam afastadas, hoje voltaram a se falar.
A dor dela, uniu a familia.
No meu aniversário de 20 anos, ela me falou que não me veria comemorando meus 21 anos.
Nesse momento me senti mal, por não ter aproveitado os bons momentos em familia.
Nada poderia eu fazer, além de orar, sem saber o que pedir ...
Tomando apenas chá verde a 40 dias, ela não conseguiu comer meu bolo de chocolate, nem podia ficar no sol ... foi triste e doloroso!
Uma mãe dedicada, mulher e esposa.
Uma prima, madrinha ... uma voluntária ...
A irmã que minha mãe não teve.
Qualidades que eu não.
e essa semana, me bateu saudades do telefone tocando, com a voz baixa perguntando se íamos na casa da vó.
Devemos comemorar os 15 anos da princesa dela, em memória de alguém que amou a familia, os pobres .
Devemos comemorar o desabrochar dessa menina, que faz lembrar aquela outra menina que Deus preferiu recolher.
No céu, ela deve estar orgulhosa de todos, que mesmo com nó na garganta cantarão Parabéns para um pedaço dela nesse mundo!
Saudade ...
 

Sonho parece verdade, quando a gente esquece de acordar !

By Nah

Dia parece metade, quando a gente dorme e esquece de levantar ...
Mas ...
O mundo é perfeito, huuumm, o mundo é perfeito ... E o mundo é perfeito!

Será que a sorte virá num realejo?
Trazendo o pão da manhã
A faca e o queijo
Ou talvez... um beijo teu Que me empreste a alegria... que me faça juntar Todo resto do dia... meu café, meu jantar Meu mundo inteiro...

Enquanto for... um berço meu
Enquanto for... um terço meu
Serás vida... bem vinda!
Serás viva... bem viva!
Em mim ...





 

Lições de Carnaval

By Nah
Ok. Vou além do: "Use camisinha" e "Se beber não dirija".
Acho isso tão inutil!
Hoje foi a primeira noite de bagunça por aqui. Relutamos em sair, pois o trânsito está terrível e já de tardezinha o povo já estava alterado e comemorando não sei exatamente o quê. (Será que estavam comemorando menos 4 mil funcionários nas multinacionais da Cidade?)
Enfim, fomos a faculdade, estudamos matemática e depois fomos a famosa Av Carlos Botelho. Eu não sei quem foi o tal do Carlos Botelho, mas desde sempre esta Avenida é conhecida como B.O. Lá você encontra muitos, mas muitos bares e muita droga, porém todo jovem piracicabano encontra com a galera lá.
Bebemos com os amigos, e aí vai minha primeira lição de carnaval: Não vire as costas para um amigo, mesmo que ele se entupa de drogas. Sempre há tempo pra ajudá-lo. Como desistimos por algum tempo de um amigo nosso, discretamente ele pediu ajuda. Nada de drogas, nem dinheiro, apenas atenção e uma conversa mais profunda e verdadeira.
Foi uma noite especial, alguns colegas novos apareceram, amigos antigos reunidos, novos casais apaixonados.
Enquanto uma multidão se locomovia para as cidades vizinhas, nós fugiamos do caos. Enquanto as pessoas dançavam o funk frenético da gaiola das popozudas, nós fomos lá, na beira do nosso Rio Piracicaba.
Num bar cheio de maconheiros doidões, a paz reinava. O reggae na caixa de som, as letras que falam de amor, paz e justiça, as pessoas cantando, dividindo a bebida, os cabeludos, os negros, os pobres e os ricos. Pouca gente buscando silêncio ... tranquilidade...
o Silêncio da rua era incrível, há muito tempo Piracicaba deixou de ser pacata, sim, continuamos a ser caipiras, mas a roça quase nem existe mais.
Falando nisso, voltando agora para casa estava analisando o processo de crescimento desse lugarzinho tão amado, Piracicaba.
Há pouco menos de 5 anos, o centro da cidade parecia muito mais distante do meu bairro na perfiferia. A "cidade" e "Sta Teresinha" se separavm por algumas plantações de cana de açucar e muitos pastos, nos quais haviam lindas vaquinhas. Tudo calmo e silêncioso.
Assim como eu mudei em 5 anos, no lugar dos pastos, hoje o que podemos ver são condominios e condominios que praticamente "juntaram" nosso bairro com a cidade. Mais uma lição: a vida de caipira é boa, mas o progresso vem, e bem ou mal, acostume-se com ele.
Portanto, guarde mais uma lição, nesse carnaval, vá pro mato.
Mato, mosquito, pescaria.
Tá, posso parecer careta falando essas coisas, mas realmente vale a pena.
Agora vou dormir, afinal daqui a pouco vou pescar e nadar. Coisas que ainda posso fazer, antes que o progresso chegue lá. hehe
Tomem cuidado no trânsito, não transem com qualquer um no caranaval , porque isso é coisa de gente vazia.
Nada como curtir o carnaval em silêncio, com uma pessoa só, mas se sentir completa e ligeiramente FELIZ!
 

Palavras soltas

By Nah
"Eu sei que determinada rua que eu já passei
Não tornará a ouvir o som dos meus passos
Tem uma revista que eu guardo há muitos anos
E que nunca mais eu vou abrir
Cada vez que eu me despeço de uma pessoa
Pode ser que essa pessoa esteja me vendo pela última vez

A morte, surda, caminha ao meu lado
E eu não sei em que esquina ela vai me beijar
Com que rosto ela virá?
Será que ela vai deixar eu acabar o que eu tenho que fazer?
Ou será que ela vai me pegar no meio do copo de uísque,
Na música que eu deixei para compor amanhã?
Será que ela vai esperar eu apagar o cigarro no cinzeiro?
Virá antes de eu encontrar a mulher, a mulher que me foi destinada,
E que está em algum lugar me esperando
Embora eu ainda não a conheça?
Vou te encontrar Vestida de cetim
Pois em qualquer lugar
Esperas só por mim
E no teu beijo
Provar o gosto estranho
Que eu quero e não desejo
Mas tenho que encontrar
Vem Mas demore a chegar
Eu te detesto e amo
Morte, morte, morte que talvez
Seja o segredo desta vida

Qual será a forma da minha morte
Uma das tantas coisas que eu nao escolhi na vida
Existem tantas... um acidente de carro
O coração que se recusa a bater no próximo minuto
A anestesia mal-aplicada
A vida mal-vivida
A ferida mal curada
A dor já envelhecida
O câncer já espalhado e ainda escondido
Ou até, quem sabe,
O escorregão idiota num dia de sol
A cabeça no meio-fio A morte, tu que és tão forte
Que matas o gato, o rato e o homem
Vista-se com a tua mais bela roupa quando vieres
Me buscar
Que meu corpo seja cremado
E que minhas cinzas alimentem a erva
E que a erva alimente outro homem como eu
Porque eu continuarei neste homem
Nos meus filhos
Na palavra rude que eu disse para alguém
Que não gostava
E até no uísque que eu não terminei de beber / Aquela noite..."
(Raul Seixas - Canto para a minha morte)
 

Da Literatura Infantil, passando pela origem da burguesia até a oficina de mecânica.

By Nah
Hoje tivemos uma aula interessantissima de Literatura Infantil na faculdade.
O primeiro texto para ser lido e discutido falava sobre o surgimento da Literatura Infantil já inserido em um universo de preconceitos acerca do trabalho de "escrever e criar" para as crianças.
Tudo começou com com Charles Perrault que negou a autoria do livro "Contos da Mamãe gansa", pois seu trabalho poderia não ser legitimado como arte.
Nessa época a literatura tinha a função ambivalente de Educar/moralizar e entreter alguns poucos privilegiados, pois os pobres aprendiam e se entretiam através das histórias orais dos povos europeus. A literatura infantil nasce em meio a revolução industrial, na qual a burguesia, preocupada em educar seus filhos para que eles levassem os promissores negócios da familia adiante, começavam a mandar seus filhos para a escola, alfabetizando os meninos e criando meninas como protótipos de maravilhosas donas-de-casa.
Isso é fato. A sociedade burguesa emergente começou a se organizar com um modelo pronto de familia ideal: Pais aparentemente felizes, filhos estudando para cuidar dos negócios num futuro não tão distante e meninas fazendo seus enxovais aos 15 anos ou menos. Surgiam também os grandes nomes das familias burguesas, que eram decisivos no momento de escolher um pretendente para a filha. Começam-se as novas convenções e a podridão que se perpertua até hoje através de valores horripilantemente aceitos normalmente pela sociedade.
Burguesia e Literatura ... Valores burgueses ... A criação da escola para atender a burguesia.
Desvelando o mundo, meu professor diz que tem uma horrivel sina que nos mostrar como somos manipulados e como o mundo é cada vez mais podre. " Gente! A escola não foi criada para alfabetizar os pobres, a escola foi criada para a burguesia."
A discussão fluiu. Acho que nossos professores ficariam orgulhosos de nós todas. :D
Enfim, como grande conhecedor de sua área, nosso mestre explicou sobre a psicanálise nos contos de fadas, e como essas histórias estão carregadas de valores podres que formam esteriótipos e criam limitações, principalmente para nós mulheres.
Bela adormecida, Cinderela ... mulheres frágeis que precisaram de principes fortes e inteligentes para salvá-las do marasmo. Haveria ligação com a necessidade de um homem na vida de uma mulher "correta"? Será que a idéia era fazer com que as meninas aguardassem os seus principes e não buscassem sair dos arredores do castelo porque "dragões" estão a solta pelo mundo que elas não devem explorar ?!
Eu nunca tinha parado pra pensar nisso.
Antes de sair de casa, minha irmã estava chorando porque não aguentava mais os "homens" que fazem o curso de Mecânica de autos com ela. Ela é praticamente a unica mulher da escola técnica, alvo de chacota e desprezo, e uma grande dor de cabeça pro namorado dela, que já disse que tiha vergonha da namorada dele trabalhar num serviço "de homem".
Ela já sabia que teria que enfrentar muitos preconceitos para estudar algo que ela ama, mas que não é comum as mulheres. Até eu mesma, confesso, as vezes falo algumas besteiras pra ela, aproveito e peço desculpas, mas são coisas corriqueiras, sem maldade.
Porém hoje ela explodiu com a frase: " Ué, você não quis entrar no universo masculino?!"
Ela ouviu isso após reclamar do assédio dos "cabras-macho" da turma dela, dos jovens meninos de 17, 18, 19, 20, 30 anos que , segundo ela, só sabem falar de mulher como objeto sexual, descartável, o qual eles usam e humilham, pois são homens e podem fazer isso. Ela se revolta com os homens compromissados que passam horas falando sobre sexo com prostitutas, filmes pornôs e além de tudo, explicitando horror a diversidade sexual e ao direito legítimo de uma mulher poder trabalhar naquilo que gosta, sendo independente de qualquer principe encantado.
Minha irmã quer desistir. Eu, ela e minha irmã mais nova fomos criadas em um ambiente onde quem manda é a mulherada. Bem, na verdade, meu pai as vezes escorrega e tem alguns comportamentos machistas, mas sempre nos ensinou a não depender de marido para ter futuro na vida.
Quando eles dizem essa frase do universo masculino, me incomoda uma questão: "O Universo masculino se resume em sexo, putas , trabalho, carros e dinheiro?!"
Minha irmã está causando nesses "homens" um incomodo tremendo, primeiro por ser mulher, ser ótima aluna e mecânica na oficina. Segundo por ter opinião, espírito crítico, ser jovem, ser magra e fazer o mesmo serviço que os "bundões" de plantão.
Os homens sempre desaprovam o que não são capazes de fazer.
Querida Irmã, estamos em uma nova era do Feminismo: Não precisamos queimar sutiãs, precisamos reagir contra essa violência simbólica, herdada da burguesia hipócrita.
Me lembrei de uma Música antiga: " Reagir contra o inimigo. Destruir o irrealismo."
Coisa de feminista ou não, a luta está aqui, na nossa frente. Os homens não são nossos inimigos, eles são produtos de valores que podem até justificar uma violência sexual: " Ele é homem né? Se ela facilitou ... tomou!" Já ouviram isso?! que homem precisa de sexo e tals?!
Hahaha.
Diante de tudo o que vivi hoje, conclui: Sexo frágil é o masculino.
Basta um toque e eles já ficam eretos!
Eles nunca poderão ter certeza de um orgasmo feminino.
Basta uma mulher na oficina e eles se sentem no direito de humilha-la.
Ela detona, isso os torna extremamente vulneráveis a zombação se forem inferiores "a uma mulher na mecânica."
Eles nunca vão sentir o ventre se mexer, nem nunca vão saber o que é uma cólica menstrual.
Pra sociedade odeiam gays, mas basta um passeio pelo centro da cidade, o núcleo da prostituição piracicabana, para ver a fragilidade do sexo masculino procurando um outro homem, com peitos, um pênis e um ânus.
Ohhhh !!! Irônia que me sufoca!

Abraços a todos.
Natália.
 

Tese de Mestrado e Lição de Vida!

By Nah
Recebi esse texto por e.mail, interessante, recomendo que você copie e mande aos seus amigos.


'O HOMEM TORNA-SE TUDO OU NADA, CONFORME A EDUCAÇÃO QUE RECEBE'
> > 'Fingi ser gari por 8 anos e vivi como um ser invisível'>
> Psicólogo varreu as ruas da USP para concluir sua tese de mestrado da 'invisibilidade pública'. Ele comprovou que, em geral, as pessoas enxergam apenas a função social do outro. Quem não está bem posicionado sob esse critério, vira mera sombra social.
O psicólogo social Fernando Braga da Costa vestiu uniforme e trabalhou oito anos como gari, varrendo ruas da Universidade de São Paulo. Ali, constatou que, ao olhar da maioria, os trabalhadores braçais são 'seres invisíveis, sem nome'.
Em sua tese de mestrado, pela USP, conseguiu comprovar a existência da 'invisibilidade pública', ou seja, uma percepção humana totalmente prejudicada e condicionada à divisão social do trabalho, onde enxerga-se somente a função e não a pessoa.
Braga trabalhava apenas meio período como gari, não recebia o salário de R$ 400 como os colegas de vassoura, mas garante que teve a maior lição de sua vida: 'Descobri que um simples bom dia, que nunca recebi como gari, pode significar um sopro de vida, um sinal da própria existência', explica o pesquisador.
O psicólogo sentiu na pele o que é ser tratado como um objeto e não como um ser humano. 'Professores que me abraçavam nos corredores da USP passavam por mim, não me reconheciam por causa do uniforme. Às vezes, esbarravam no meu ombro e, sem ao menos pedir desculpas, seguiam me ignorando, como se tivessem encostado em um poste, ou em um orelhão', diz.
No primeiro dia de trabalho paramos pro café. Eles colocaram uma garrafa térmica sobre uma plataforma de concreto.. Só que não tinha caneca. Havia um clima estranho no ar, eu era um sujeito vindo de outra classe, varrendo rua com eles. Os garis mal conversavam comigo, alguns se aproximavam para ensinar o serviço. Um deles foi até o latão de lixo pegou duas latinhas de refrigerante cortou as latinhas pela metade e serviu o café ali, na latinha suja e grudenta. E como a gente estava num grupo grande, esperei que eles se servissem primeiro. Eu nunca apreciei o sabor do café. Mas, intuitivamente, senti que deveria tomá-lo, e claro, não livre de sensações ruins. Afinal, o cara tirou as latinhas de refrigerante de dentro de uma lixeira, que tem sujeira, tem formiga, tem barata, tem de tudo. No momento em que empunhei a caneca improvisada, parece que todo mundo parou para assistir à cena, como se perguntasse: 'E aí, o jovem rico vai se sujeitar a beber nessa caneca?' E eu bebi. Imediatamente a ansiedade parece que evaporou. Eles passaram a conversar comigo, a contar piada, brincar.
O que você sentiu na pele, trabalhando como gari?
Uma vez, um dos garis me convidou pra almoçar no bandejão central. Aí eu entrei no Instituto de Psicologia para pegar dinheiro, passei pelo andar térreo, subi escada, passei pelo segundo andar, passei na biblioteca, desci a escada, passei em frente ao centro acadêmico, passei em frente a lanchonete, tinha muita gente conhecida. Eu fiz todo esse trajeto e ninguém em absoluto me viu. Eu tive uma sensação muito ruim. O meu corpo tremia como se eu não o dominasse, uma angustia, e a tampa da cabeça era como se ardesse, como se eu tivesse sido sugado. Fui almoçar, não senti o gosto da comida e voltei para o trabalho atordoado.
E depois de oito anos trabalhando como gari? Isso mudou?>
Fui me habituando a isso, assim como eles vão se habituando também a situações pouco saudáveis. Então, quando eu via um professor se aproximando - professor meu - até parava de varrer, porque ele ia passar por mim, podia trocar uma idéia, mas o pessoal passava como se tivesse passando por um poste, uma árvore, um orelhão.
E quando você volta para casa, para seu mundo real?>
Eu choro. É muito triste, porque, a partir do instante em que você está inserido nessa condição psicossocial, não se esquece jamais. Acredito que essa experiência me deixou curado da minha doença burguesa. Esses homens hoje são meus amigos. Conheço a família deles, freqüento a casa deles nas periferias. Mudei. Nunca deixo de cumprimentar um trabalhador. Faço questão de o trabalhador saber que eu sei que ele existe. Eles são tratados pior do que um animal doméstico, que sempre é chamado pelo nome. São tratados como se fossem uma 'COISA'!
 

Viajando ...

By Nah
Bob Marley já dizia ...


"Deus me enviou à terra com uma missão.
Ele pode me deter, os homens nunca poderão."


"Não preciso ter ambições.
Só tem uma coisa que eu quero muito: que a humanidade viva unida... negros e brancos todos juntos."



"Não importa se você é negro, branco, se tem olhos azuis, ou verdes ou escuros...O importante é você ter Deus...
e Ele não cria nada em vão, pois Ele vem em forma de natureza..."


Concorda com ele?!