O que é TBH (Transtorno Bipolar de Humor)

Category: , , , , By Nah
Olá Pessoal.
Conforme prometido, fiz uma busca pela internet e achei alguns artigos e alguns site ótimos sobre TBH.
Vamos começar com um artigo sem caratér científico, mas muito rico ...
~*~
"Neste artigo trago a descrição da sintomatologia do Transtorno Bipolar do Humor. Como não sou profissional fiz uma compilação de vários artigos médicos encontrados em sites dedicados ao Transtorno. Procurei redigir em uma linguagem de fácil compreensão para que pessoas que tenham dúvida sobre o seu estado se identifique, ou não, com mais facilidade. Este é um Transtorno complexo e de difícil diagnóstico que depende muito do portador para que o médico consiga identificá-lo, pois se a pessoa for em médicos diferentes, em estados diferentes (perdoem-me o vício de linguagem), vai ter dois diagnósticos errados, quando na verdade sofre das duas disfunções ao mesmo tempo (hipomania/mania e depressão). Isto traz muito sofrimento para o paciente e seus familiares por causa dos medicamentos que são receitados e não ajudam, ao contrário, podem provocar crises de mania ou depressão visto que são direcionados apenas para um ou outro dos sintomas.
Milhões de pessoas no mundo sofrem de Transtorno Bipolar do Humor, elas costumavam ser chamadas de maníacas depressivas e até alguns anos atrás eram tratadas somente através de internações. Hoje esta realidade mudou, o tratamento é ambulatorial e somente em casos extremos a internação é necessária (Nestes casos, quando o paciente não está sob tratamento ou quando está e não o segue).
Para uma pessoa com Transtorno Bipolar do Humor, a vida pode ser como uma montanha russa emocional. Um dia seu humor está baixo e ele se sente triste, mas não triste no sentido normal da tristeza comum. Ele fica deprimido, realmente parece que seu sofrimento não terá fim. Então, seu humor começa realmente a subir e aumentar e ele se sente o máximo, com idéias maravilhosas, capaz de resolver qualquer problema do mundo. De repente, do nada, novamente a tristeza volta.
Pois é nossa vida não é fácil e matérias sensacionalistas que rotulam a bipolaridade como “doença da moda” dificultam mais ainda a compreensão dos amigos e parentes, minimizando o que sentimos.
A boa notícia é que há ajuda e tratamento para esses extremos humor.
Com o tratamento adequado, as pessoas com TBH podem levar uma vida normal.

O QUE É TRANTORNO BIPOLAR?
Todas as pessoas têm sentimentos de alegria e tristeza de vez em quando. Porém, depressão e euforia extrema (mania) não são sentimentos normais, são os extremos destes sentimentos. Para alguém com TBH, estes sentimentos extremos podem ser demais para serem enfrentados. Eles podem interferir na vida cotidiana e algumas vezes, podem até ser perigosos.
Em um dia a pessoa pode sentir-se tão deprimido que não consegue nem sair da cama e trabalhar pode parecer impossível.
Em outro dia ela pode sentir-se o máximo e cheia de uma energia e criatividade inesgotáveis. Ela acha que poderia fazer qualquer coisa que quisesse. Mas outras pessoas teriam opinião que o que ela está fazendo é perigoso, exagerado e fora de controle. A bipolaridade é uma doença grave. Os portadores têm graves oscilações humor. Seu humor podem oscilar de muito baixo (depressão) a muito alto (mania). O bipolar pode tomar atitudes absurdas e extremas e achar que são completamente normais.
Como é confundido com outros tipos de depressão, muitas vezes o seu diagnóstico é difícil, principalmente em virtude do preconceito do próprio paciente em relação à psiquiatria. Isto faz com que o portador passe por vários profissionais que não são familiarizados com as doenças emocionais e fique recebendo diagnósticos equivocados durante muitas vezes, a vida inteira piorando assim o problema.
O TBH é um transtorno que ainda não tem cura conhecida, mas hoje existem muitos tratamentos e profissionais especializados que fazem com que a vida de um portador de bipolaridade seja completamente normal, desde que ele siga à risca o seu tratamento e não deixe de lado a psicoterapia, pois os dois são de igual importância na vida do paciente, da mesma maneira que a insulina o é para um diabético.
Hoje um bipolar não se sente mais sozinho, pois tem inclusive a ABRATA (Associação Brasileira de Familiares, Amigos e Portadores de Transtornos Afetivos) que foi criada justamente para dar apoio e orientação para nós portadores, parentes e amigos.

Tipos de episódios de humor
Existem 4 tipos principais de episódios de humor que as pessoas com TBH podem ter:
Depressão - Depressão é quando as pessoas com bipolaridade sentem-se muito triste. Às vezes, isso pode ocorrer por um longo período de tempo. Podem sequer querer sair da cama, tomar banho ou comer. Não sentem prazer nas coisas que costumavam fazer normalmente.
Mania - A mania é o outro lado do Transtorno Bipolar. A mania pode começar como uma boa sensação, quase como um "momento alegre". Às vezes ele pode fazer a pessoa se sentir muito irritada e zangada. Pessoas em episódios de mania podem fazer coisas muito arriscadas para elas ou para os outros ao seu redor.
Hipomania - Hipomania é uma forma moderada de mania. Ele pode fazer as pessoas se sentirem bem. Podem pensar que fazem as coisas melhor que as outras pessoas. Mas a "boa" fase pode mudar de hipomania para depressão rapidamente. A hipomania é diferente da mania, porque ela não interfere muito em coisas como trabalho ou relacionamento com a família. Por vezes não é sequer notado como um problema.
Estado misto de humor - É quando sentimentos de mania e depressão de intercalam rapidamente, às vezes por vários momentos até no mesmo dia. Este episódio é muito perigoso, pois o bipolar saindo de um estdo depressivo e ainda com a sensação da depressão pode ao entrar no estado maníaco agir impulsivamente e cometer suicídio.
Com todos estes tipos episódios de humor extremos, estas pessoas correm o risco de suicídio, como foi dito acima. Eu mesmo já senti isto na pele e não acreditava que esta possibilidade poderia ocorrer.Este foi talvez o fator mais importante que me fez escrever sobre bipolaridade. Saber que centenas ou milhares de pessoas sofrem deste mal e não sabem, ou não procuram ajuda para si ou para seus familiares por puro preconceito e falta de informação. O risco é muito grande e não vale à pena corrê-lo.
Causas e fatores de risco
Os cientistas ainda não sabem as causas do Transtorno Bipolar do Humor. Eles acreditam que a história familiar desempenhe um papel importante. A maioria das pessoas com TBH tem um parente com a mesma condição ou com qualquer outro distúrbio de humor. Mas a história familiar sozinha não é fator determinante da causa da bipolaridade. Ainda não se sabe ao certo quais são estes outros fatores. Abaixo eu descrevo o que se sabe atualmente sobre o Transtorno Bipolar:
O Transtorno Bipolar na maioria das vezes começa em adolescentes e adultos jovens. Mas também pode ocorrer em crianças e idosos.
Ele não tem preconceito, portanto afeta igualmente pessoas de todas as etnias, credos e orientações sexuais.
Substâncias químicas especiais no cérebro (como as endorfinas, por exemplo) podem estar envolvidas. Se os níveis dessas substâncias estão fora de equilíbrio, pode ser mais difícil para células cerebrais trabalharem como deveriam.
O Transtorno Bipolar também pode estar ligado a fatores hormonais. Especialistas notaram uma ligação entre os níveis hormonais tireoideanos e o Transtorno.
Em alguns casos, outras doenças podem desempenhar um papel importante no Transtorno Bipolar do Humor.
Bom, termino aqui este artigo e digo que ele não é definitivo, pois com a complexidade que o Transtorno envolve é certo que novas abordagens e sintomas venham complementar o que já se conhece.
Autor: Marcos do site www.obipolar.com
Nota pessoal: Marcos, agradeço pela atitude de criar um site específico sobre bipolaridade. Pode ajudar muitas pessoas. Publiquei aqui na Bolha para a divulgação do problema e para que o preconceito dimunua.
 

1 comment so far.

  1. Patricia 30 de maio de 2009 18:49
    Fantastico!
    Vivi com um Bipolar e foi uminferno vi a minha vida por um fio,tive muito medo,chorei e sofri muito,ate hoje pago por isso e posso dizer a minha vida foi do sonho ao pesadelo em horas,instantes.

    Patricia

Something to say?